• Portes Grátis a partir de 50€ *
  • Expedição em 24/48h
  • 914 064 192

Coronavírus - O que saber?

4 meses atrás

O coronavírus ultimamente tem sido o assunto mais falado nos meios de comunicação e tem despertado muitas preocupações nas entidades de saúde e governamentais mas também na população de todo o mundo.

 

1. O que se sabe até agora acerca deste novo vírus?

O Coronavírus (2019-nCoV) foi identificado pela primeira vez em janeiro na China, na sequência da denúncia à Organização Mundial de Saúde de uma série de casos de doentes com pneumonia de origem desconhecida.

Estes doentes trabalhavam ou frequentavam o mercado de peixe, mariscos vivos e aves na cidade de Wuhan.

 

2. Como se transmite?

Embora ainda não se conheça com certeza o reservatório do vírus, acredita-se que a transmissão tenha sido feita pelo contacto com animais e que acontece também de pessoa para pessoa.

No entanto ainda estão a ser realizadas investigações para perceber melhor o modo de transmissão.

 

3. Sintomas

Os sintomas passam muitas vezes por ser de uma gripe comum ou em casos mais graves, pneumonia.

Normalmente os sintomas são febre, tosse e falta de ar e podem surgir complicações como pneumonia e bronquite, especialmente em pessoas idosas ou com doenças crónicas que têm um sistema imunitário mais fragilizado.

O tempo de incubação do vírus, segundo o Centro de Prevenção e Controlo das Doenças (https://www.cdc.gov/coronavirus/index.html) pode ter a duração de 2 a 14 dias.

 

4. Prevenção e Tratamento

Não existe de momento uma vacina ou tratamento específico para eliminar o vírus. O tratamento que há é apenas sintomático e por isso a prevenção e evitar estar exposto ao vírus é fundamental.

É importante relembrar que os antibióticos não são adequados para infeções virais e os antivirais com que se tratam atualmente as pneumonias causadas pelo vírus da gripe não são adequados para o Coronavírus.

Embora não haja restrições nas viagens, é necessário ter alguns cuidados no caso de ir para uma área afetada:

  • Seguir todas as recomendações da autoridade de saúde do país;
  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabão ou com uma solução alcoólica própria;
  • Limitar o contacto com animais;
  • Evitar contato próximo com doentes com infeções respiratórias agudas;
  • Não consumir produtos de origem animal, crus ou mal cozinhados.

Se está a chegar de Wuhan há menos de 14 dias e apresenta algum sintoma de febre, tosse, dificuldade respiratória sem causa aparente, deve tomar as seguintes medidas:

  • Ligar para o centro de contato SNS24 (808 24 24 24), antes de recorrer a serviços de saúde, e referir sempre o histórico de viagens, e/ou contato com animais e/ou pessoas doentes, seguindo as orientações que lhes forem dadas;
  • Permanecer em casa;
  • Lavar as mãos com frequência com água e sabão ou com solução alcoólica apropriada;
  • Se for possível utilizar máscara cirúrgica;
  • Quando tossir ou espirrar deve tapar a boca e o nariz com o braço ou lenço de papel e deve deitar o lenço no lixo e lavar as mãos logo de seguida.

 

Neste momento é considerada uma emergência global de saúde pública e estão a ser tomadas todas as medidas para parar o surto.

 

Pode seguir em tempo real o mapa interativo desenvolvido pelo Johns Hopkins Center for Systems Science and Engineering, com a evolução do número de casos confirmados, regiões afetadas, mortes e pessoas recuperadas:

https://gisanddata.maps.arcgis.com/apps/opsdashboard/index.html#/bda7594740fd40299423467b48e9ecf6

 

 

Artigo realizado pela Farmacêutica Dra Mafalda Lopes

 

Fontes:

https://www.cdc.gov/coronavirus/index.html

https://www.saudecuf.pt/mais-saude/artigo/coronavirus-o-que-e-sintomas-e-como-prevenir

https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019